EMBANDO

O EmBando é uma companhia composta por vinte cantores, atores, bailarinos e musicistas. Como resultado da pesquisa do canto coral autoral aliado ao teatro e a dança contemporânea, apresenta o conceito de Música Original em Movimento.

Foram quatro espetáculos realizados em seus cinco anos de existência. Hoje conduzida por Christian Bizzotto, a Cia EmBando promove ações culturais e desenvolve novos espetáculos autorais, sendo “Gritos do Afeto” o mais recente.

MISSÃO

Inspirar o desenvolvimento humano e artístico, despertar emoções e provocar inquietações através da música em cena.

VISÃO

Realizar espetáculos autorais a partir da pesquisa da voz no corpo em cena e ser reconhecida por desenvolver uma linguagem própria no cenário do teatro musical brasileiro.

VALORES

  • Independência política e religiosa
  • Criação de repertório autoral
  • Respeito e valorização da diversidade
  • Senso de coletividade
  • Comprometimento
  • Respeito ao público
  • Sustentabilidade financeira
  • Qualidade técnica

ELENCO

REGÊNCIA E DIREÇÃO GERAL

Christian Bizzotto

Bacharel em MPB pela UNIRIO. Trabalha como Maestro/Regente preparador de voz, pianista e arranjador. É diretor musical dos coros “Sydney Marzullo”, “Coro Cênico Imperator” e “Cia EmBando” . É O 3º Melhor Arranjador do Festival Brasil Vocal CCBB 2012. Foi pianista de musicais como “Alô Dolly”, “Se Eu Fosse Você”, “Milton – Nada será como antes” e “Chacrinha – o Musical”.

SOPRANOS

AMANDA FALCONI

Atriz, dubladora e cantora. Formada pela Companhia de Teatro Contemporâneo e em Teatro Musical pelo CEFTEM. Estudou dublagem com os renomados Maíra Góes e Luiz Carlos Persy. Estuda canto com o cantor e professor Betto Serrador.

CAROLINA SANCHES

Carolina Sanches estudou no curso técnico de canto erudito da Escola de Música da UFRJ, tendo realizado, desde então, diversos trabalhos enquanto cantora e na área da preparação de voz. Estudou piano no Conservatório Brasileiro de Música e violão na Escola Portátil. Trabalha atualmente como professora e tradutora.

DI LOPES

Di Lopes é Bacharel em Ciências Sociais pela PUC Rio com especialização em Antropologia da Imagem e tem Ensino Técnico em Gastronomia pela Universidade Estácio de Sá. Trabalhou por alguns anos em produção de festivais e eventos musicais, hoje atua na área de Comunicação. Desenvolve um trabalho paralelo com terapias alternativas há 10 anos e passou por diversos grupos corais durante a vida.

Gabriella Levaskevicius

Gabriella Levaskevicius é atriz formada em 2014 pelo técnico “Escola de Atores Tania de Moraes”. Começou sua carreira profissional no mesmo ano em musicais infantis e se especializou em 2017 no “Ceftem – Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical”, ficando em cartaz no mesmo ano com o musical original “Só Por Hoje” (Reiner Tenente e supervisão artística de João Fonseca).

ilona wirth

Ilona Wirth é Bacharel em Artes Cênicas pela Escola de Teatro da UFBA, atuando como preparadora de elenco e facilitadora de oficinas teatrais desde 2006. Como atriz e cantora já participou de diversas peças teatrais e um longa metragem.

MABÊ DE PAIVA

Mabê de Paiva é atriz desde 2013. Participou de montagens acadêmicas e profissionais. Tornar-se soprano no EmBando foi seu primeiro contato profissional com música.

Mara Soto

Atriz ,coordenadora e diretora do curso de teatro do Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Iniciou no Tablado com Maria Clara Machado e participou de grupos teatrais como “Dia a Dia”, “Tá na Rua” e “Cordel”. Formada em artes cênicas pela UNIRIO e pós-graduada na UFRJ, participou de diversos corais e hoje integra os coros cênicos “Fosco Aveludado”, “Cia Embando” e “Coral da Urca”.  Tem também experiência em TV e Cinema, tendo participado de diversos seriados, novelas e filmes.

CONTRALTOS

Bia Pagliaro

Bia Pagliaro é massoterapeuta, Acupunturista, tendo iniciado no canto coral em 1982 na Universidade Católica de Petrópolis, passando pelo coral da escola Cenário nos anos 90 , sob a regência de Marcos Leite e depois Regina Luccato.

Mariana MEIRELES

Bacharel em Artes Visuais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2016/02), com experiência em produção cultural, artística, edição de vídeo e design (Projeto Coral UERJ; L’Oréal Brasil). Direção de arte do musical Todos os Santos (2017-2018). Participação em festivais de música internacionais (México e Colômbia) e nacionais em coro e como solista.

Nina Terra Rodrigues

Nina Terra Rodrigues, Diretora Cênica do “Gritos do Afeto”, é psicóloga, atriz, arteterapeuta, formada em Yoga, pós graduada em Pedagogia da Cooperação e Metodologias Colaborativas. Cursa a formação técnica em dança contemporânea pela Angel Vianna. Atua como educadora, realiza sessões de relaxamento e fortalecimento e atividades de expressão artística, corporal e emocional.

Tatiana Bokel

Tatiana Bokel é formada em Teatro pela UniverCidade. Dança Jazz, Dança do Ventre, Dança de Salão, Dança Contemporânea, Tango, Flamenco e Tribal Fusion. 

É formada em dublagem pelo curso ministrado por Flávio Black.

TENORES

CAIO LOUREIRO

Começou a estudar teatro aos 8 anos e música aos 10. Também estudou hip-hop e streetdance por três anos. Estudou teatro musical na CAL, onde hoje trabalha como assistente de direção musical da turma avançada e da prática de montagem, desde 2016. Arranja e dirige coros e produz bases instrumentais.

LUCAS PAIXÃO

Cantor, preparador vocal, regente, ator e educador musical.
Licenciado e pós-graduando pelo Conservatório Brasileiro de Música Centro Universitário. Educador musical e regente do coro infantil no Centro Educacional Palmieri. Coralista e regente colaborador no Coro juvenil UNIRIO,  sob a regência do maestro Júlio Moretzsonh.

Pedro Fernando

Pedro Fernando é cantor nos grupos Canto do Rio de Paulo Malaguti Pauleira, Rio Antigo de Celso Branco e Os Men the Sá de Marcos Hamellin, tendo se apresentado com estes pelo país. Interpretou Lucano na ópera barroca de Monteverdi L’Incoronazzione di Poppea, sob direção musical de Vitor Philomeno e Graciela Araya e Frank na opereta de Strauss, Die Fledermauss – O Morcego, de Menelick de Carvalho e Mirna Rubim.

BAIXOS

CARLOS GRACIE

Gracie Neto é artista e educador licenciado em Artes Cênicas pela Unirio. Atua como professor da rede municipal de educação da cidade do Rio de Janeiro  e integrou grupos artísticos na dança, no teatro e na música. Dedica-se também ao estudo da Justiça Restaurativa e é responsável pela preparação corporal do Embando.

Ivan Paiva

Ivan Paiva é cantor e compositor solo e vocalista da banda Cachorro Neon. Formado em jornalismo pela PUC-RJ, já trabalhou no selo independente LAB344 na área de mídias digitais.

Nano Max

Nano Max (Renan), é Bacharel em Desenho Industrial pela Universidade Gama Filho, atua como freelancer, mas principalmente como cantor e ator em diversas peças e montagens acadêmicas de musicais. Também participa de grupos corais cênicos e é vocalista na banda de rock TPK.

Vitor Alli

Vitor Alli é Diretor Audiovisual há mais de 10 anos, formado em comunicação Social/Radialismo pela UFRJ. Já trabalhou em Rádio, Cinema, Publicidade e Televisão e ensina Comunicação em Vídeo para Empreendedores no “Falar pra Câmera”. Atualmente é Baixo na “Cia EmBando” e no “Legatto Grupo Vocal”.

HistóriA

Nascido em julho de 2013, como fruto do projeto de residência artística “Rio Som e Cena – Todos para a sala!”, o EmBandoCanto logo se consolidou como um grupo coral cênico com atividades e shows regulares na Sala Baden Powell, sua primeira casa.

Ao tempo comandado por Jonas Hammar e Christian Bizzotto, o grupo formado por cerca de cinquenta artistas de idades e origens distintas já  delineava um caminho que transbordaria qualquer rótulo no qual tentasse se encaixar. 

Dessa busca para unir música e cena através de novas linguagens, surge o primeiro espetáculo com arranjos criativos e performances desafiadoras.

 

Após o término do vínculo com a residência, o EmBandoCanto inicia sua trajetória como companhia. Prontamente abraçada pelo Centro de Artes Calouste Gulbenkian, teve a oportunidade de ampliar suas pesquisas e testar diferentes formatos.

Em seus três primeiros anos de existência o grupo apresentou três espetáculos:

Uma Viagem pelos Musicais (2014), EmBando Canto Show de Rock (2015) e  Rock’n’Broadway (2016),

que contaram com arranjos do próprio Christian Bizzotto, além de nomes como Marcos Leite, André Protasio, Paulo Malaguti Pauleira, Jules Vandystadt e Maurício Detoni.

Atualmente conduzida por Christian Bizzotto e rebatizada, a “Cia EmBando” conta com uma gestão circular organizada por núcleos de trabalho em que atores, bailarinos e musicistas consolidam a identidade da companhia ao criar um espetáculo 100% autoral e inédito.